AS SANTAS ME FASCINAM...

AS SANTAS ME FASCINAM…

Igor Hunsaker

Você entorpecendo o meu corpo, Dedilhando… Levando-me à loucura. Entre meus lábios, Faço-o alcançar o topo. Quero o teu cio. Os meus poros dilatando… Entorpecendo os sentidos, Em minha bunda, direcionado. O teu corpo é minha droga… A essência que navega. Preciso dele para não entrar em abstinência Disso tenho plena consciência. Leva-me as nuvens… […]

Leia mais

O corpo embriagado, Pede abrigo. No ímpeto desejado… Está fora de perigo. No porto, a âncora, Demasiada loucura. Na almejada arte, Em carícias faz parte. Quero o teu sexo envolver, Prato preferido e saboroso. O pedaço de carne teso, Que me sacia o prazer. Lascívia… Primícias… Orais… Anais… Para despojarmos por horas, Sem qualquer tipo […]

Leia mais

Em meus sonhos…Continuo voando pelo tesão.Aquele que me abastece,Em versos que componho.O elixir que nunca perece,A mais doce composição.Transparecendo na íris do olhar,Emitindo os sinais a você.Vindo ao meu encontro sem indagar,Para satisfazer o desvairado prazer.Acendendo de vez a chama,O meu corpo pelo teu clama.Agora e sempre…Excita-me.Toque a pele,E me arrepia.Permita-me.O combustível inflama,Caindo o véu, […]

Leia mais

Lá fora fazia frio, o nevoeiro era denso. Chegaste frio. Abracei-te. Aqueci-te o pensamento, coração, a mente. No nosso quarto, as velas afrodisíacas exalavam a tua fragrância favorita, canela. Beijei-te. Retribuíste vorazmente. Enlouqueceste-me. Em delírio, tivemos o nosso mais luxurioso momento do ano. O primeiro de muitos orgasmos… Como se não existisse amanhã… Igor Hunsaker

Leia mais