AS SANTAS ME FASCINAM...

AS SANTAS ME FASCINAM…

Igor Hunsaker

O corpo embriagado, Pede abrigo. No ímpeto desejado… Está fora de perigo. No porto, a âncora, Demasiada loucura. Na almejada arte, Em carícias faz parte. Quero o teu sexo envolver, Prato preferido e saboroso. O pedaço de carne teso, Que me sacia o prazer. Lascívia… Primícias… Orais… Anais… Para despojarmos por horas, Sem qualquer tipo […]

Leia mais

  Acorrente-me… Faça o que quiser comigo! Sadomise ao meu corpo, Sem algum pudor!  Não quero sentimentalismo, E sim o tesão com todo realismo. Penetra-me… Invada-me… Estoca-me… Suga-me… Rasgue-me… É este prazer… Que na alma desejo ter!  O teu corpo teso, encaixado por trás,  Em movimentos cadenciados. No êxtase que não cessa mais,  A luxúria… […]

Leia mais

É sempre da mesma forma o teu jeito de me envolver. O que provoca… O que causa prazer… É um desejo que vem E, entorpece-me. Leva-me as nuvens.   Não há nada que me desvaneça. São dedos… São mãos… Tapas deixando a pele vermelha. Aos sussurros… De quatro… Seja no chão… Na cama… De modo […]

Leia mais

Você entorpecendo o meu corpo, Dedilhando… Levando-me à loucura. Entre meus lábios, Faço-o alcançar o topo. Quero o teu cio. Os meus poros dilatando… Entorpecendo os sentidos, Em minha bunda, direcionado. O teu corpo é minha droga… A essência que navega. Preciso dele para não entrar em abstinência Disso tenho plena consciência. Leva-me as nuvens… […]

Leia mais