"SANTA"

Fascinação, o que é fascinação? Algo que me causa arrepio na pele por este teu jeito de menina num corpo de mulher, que me enche de desejos. Não sei direito, mas, to achando que isso é a raiz de um amor.

ANTONIO E KIKA… A NOVA GERAÇÃO!

ANTONIO E KIKA… A NOVA GERAÇÃO!

Bem, para quem não nos conhece, somos um casal casado há onze anos, ela com 33 e ele com 40.

Durante todo o tempo de namoro, noivado e mesmo depois de casado, sempre fui muito ciumento, mas com o passar dos anos, todo esse ciúme foi invertendo e passei a sentir muito tesão em exibir minha esposa, bem como a sonhar com ela transando e gozando com outros homens. Isso passou a ser uma coisa frequente em nossas transas.

Sempre falávamos em outros homens quando estávamos transando. Começamos então a frequentar alguns barzinhos para casais. Fomos ao Marrakesh, (muito bom) onde ela foi tocada por uns cinco homens de uma vez, na sala escura do fundo, mas ela não havia transado com outro ainda… Numa segunda visita ao Marrakesh, notamos muitos casais “montados”, ou seja homens solteiros, que entram com prostitutas, como se fossem casais, e isso nos fez mudar de barzinho… Fomos então conhecer o Inner, achamos muito interessante, e já na primeira visita, entramos no “labirinto “e começamos a dar um amasso lá, de recente ela sente uma mão lhe tocando, ela se excita, mas não gosta do homem, então saímos do local. Entramos em um quartinho, bem pequeno, fechado com treliças, e com dois orifícios, onde os homens podem colocar seu pênis, para serem manipulados, sem que eles vejam quem meche neles e nesta sala ela manipulou o pênis de um homem, muito parecido com o meu, 18cmX6.0cm, até ele gozar, em seguida chegou outro, mas era tão grosso, que não passava no orifício, ela teve que passar a mão para o outro lado, para tocar o pênis do homem. Mas esse não gozou. Voltamos em seguida ao labirinto, e dessa vez, durante o trajeto, ela foi paquerando um homem alto e bonito, que nos seguiu até o labirinto. Lá encostamos em um canto e ele logo chegou, alisando minha mulher, enquanto ela segurava seu pau…, ela demonstrava estar muito excitada, sua bucetinha estava ensopada e percebi pelos seus movimentos que o homem a colocava em posição para penetrá-la, ali mesmo, com outros homens em volta. Nesse momento eu perguntei se ela queria sair, mas ela foi taxativa dizendo que não. O homem a penetrou e ela gemia alto!!! Ela estava segurando o pênis de outro homem que chegara ao seu lado e dizia frases desconexas, que só fala quando está gozando comigo. Percebi ela pedindo para o homem, não colocar no seu cuzinho, mas na realidade, ela queria que ele tirasse da bucetinha e se alojasse lá… O outro que estava em sua mão, ficou maluco e colocou uma camisinha, para penetrá-la também…, nesse momento assustei, pois se eu não a tirasse de lá, ela seria currada, por todos os homens daquele barzinho, e com total aprovação dela!!! Então achei melhor saímos para uma sala reservada e levar apenas o homem que ela havia paquerado. Entrando na sala, desta vez com mais luz…, ela a colocou de quatro e penetrou na bucetinha dela…, eu fiquei ao lado olhando e me masturbando, em determinado momento eu fiz um sinal para ele, que saiu e me deixou penetrá-la um pouco…, revessamos assim por algumas vezes, mas eu logo gozei, deixando-a completamente lambuzada…, ele então tomou conta dela sozinho, meteu bastante na bucetinha dela até ela pedir, para ele comer o cuzinho dela novamente… Ele se posicionou e falou para ela empurrar para trás, deixando-a controlar a penetração, como o tesão dela era muito grande, ela logo forçou tudo e estava toda enterrada com o pau dele. Nesse momento eu chupava seus seios e ela pediu para o homem falar para mim, o que ele estava comendo…”fala pro meu maridinho, onde vc está colocando”? Ele então respondeu: “Eu estou colocando no rabinho dela, olha como ela gosta!!!”. E ficaram nessa sacanagem, até ela gozar junto com ele, e caírem cansados no sofá. Nesse momento ela se recompôs, deixando-o na salinha, se trocando. Ela foi até o banheiro, se recompôs para sairmos e fomos embora!!!! Ela já não era mais só minha!!! Tinha se transformado numa putinha…, e saímos de lá, direto para nossa casa, onde transamos mais umas três vezes, só lembrando da loucura que fizemos. Isso aconteceu há um mês, mais ou menos. Estamos agora agendando outra saída para o Inner, que deverá acontecer em breve, e será numa quinta-feira, dia do ménage masculino. Ela ficou mais confiante agora, pois aquele medo que toda mulher tem, de que eu não a amava mais, por isso queria entregá-la a outro, desapareceu. Ela sabe que eu a amo e que essa realização da nossa fantasia, fortaleceu mais o nosso amor!!! Agora ela quer entrar na sala, com dois homens de uma vez, e fazer uma DP, comigo olhando e beijando-a.

igorhunsaker