"SANTA"

Fascinação, o que é fascinação? Algo que me causa arrepio na pele por este teu jeito de menina num corpo de mulher, que me enche de desejos. Não sei direito, mas, to achando que isso é a raiz de um amor.

Maria …

Maria …

Um dia muito inesquecível que tive com uma amiga, que vou chama-la de Maria no conto, éramos amigos desde a escola e depois de um tempo estamos ficando, ela era linda e muito gostosa , fico excitado toda vez que vejo ela.

Tivemos nossos momentos, mas com o passar do tempo coisas aconteceram e nos distanciamos um do outro e ficamos sendo somente amigos.

Certo dia, depois de um dia de trabalho fui ver um filme no cinema chamei ela para me fazer companhia, mas deixamos claro que só veríamos o filme e nada mais, pois éramos somente amigos… bom foi muito divertido, conversamos bastante e colocamos o assunto em dia. Durante o filme também não rolou nada, embora eu não tirasse os olhos dela como disse anteriormente, ficava excitado sempre q olhava pra ela, sempre fui apaixonado por seus peitos e bunda, eram maravilhosos.

Como tínhamos combinado que seria só um encontro amigável para ver um filme, fiquei na defensiva e assisti o filme… depois nos falamos pelo whats sobre como foi legal se rever e que podemos sair de novo outro dia, conversa vai e conversa vem e ela me faz uma confissão durante a madrugada me dizendo que ela viu no cinema que eu olhava seus peitos e o quanto meu pau estava duro, aquilo me surpreendeu e fiquei sem graça e disse que não sabia que ela estava reparando. Mas percebi que ela gostou daquilo. Na mesma semana a vontade de se ver voltou, e marcamos de ver outro filme, dessa vez para minha surpresa ela vai com uma blusa com um belo decote. O combinado era o mesmo, só iriamos ver um filme como amigos…, mas desta vez eu sabia que a intenção dela era a mesma que a minha. Sentamo-nos bem no fundo da sala, ela se deitou no meu ombro e ficamos à vontade, logo sua mão já estava na minha perna, comecei a acariciar seu cabelo lentamente e nisso meu pau já estava muito duro, e ela já reparou. Acariciei o rosto dela passando meu dedos pelos lábios dela, e ela acabou não resistindo e abriu a boca e começou a chupar meus dedos com vontade, na hora ja coloquei sua mão em meu pau, por cima da calça, que ela apertou com vontade e começou a acariciar enquanto sua boca chupava meus dedos no mesmo ritmo de sua mão, coloquei minha mão por dentro de seu decote e apertei aqueles peitos deliciosos com vontade pois fazia tempo que não sentia eles, o mesmo ela disse sobre meu pau, enquanto abria minha calça e tirava ele para fora, nisso minha mão já estava dentro da calcinha dela, sentindo ela ja bem molhada, continuei masturbando ela a fazendo gemer bem baixo no meu ouvido, aí ela disse que queria sentir meu pau em sua boca, mas a sala estava cheia e ela ficou só na mão, fiquei com a mão acariciando seu cabelo e acabei não resistindo, e pedi para ela só passar a língua, na hora ela já se abaixou e começou a lamber a cabeça, porém ambos não resistimos e acabei abaixando mais sua cabeça e lá estava ela chupando com vontade, acabamos até nos esquecendo que estávamos no cinema, e algumas pessoas já estavam olhando de lado, foi difícil mas tivemos que parar por ali. Tivemos outros encontros depois, mas são outras histórias…

igorhunsaker