"SANTA"

Fascinação, o que é fascinação? Algo que me causa arrepio na pele por este teu jeito de menina num corpo de mulher, que me enche de desejos. Não sei direito, mas, to achando que isso é a raiz de um amor.

Arquivar março 25, 2022

MINHA NAMORADA E SUA AMIGA…

Tenho 23 anos 1,74, loiro e pele bem clara, minha namorada 21 anos é uma morena clara, seios médios e coxas volumosas, sempre nos demos muito bem na cama, mas a transa mais ousada que tivemos foi no carro, mas isso é um relato para outro dia. No final de semana resolvemos ir em uma festa da turma dela, chegamos no fim da tarde e ficamos lá até das 22:00, aproveitamos bastante a festa e bebemos além da conta, encontramos algumas de suas amigas, dentre elas a nossa branquinha (vou chama-la assim) ela era baixinha, bem branquela e tem os…

Ler mais

A ENTEADA DO MEU PAI…

Meus pais se separaram e eu morava com minha mãe, mas passava finais de semana com meu pai, logo ele arrumou uma namorada e foram morar juntos…para minha surpresa ela tinha uma filha linda, assim que a conheci eu já senti um tesão por ela. Eu tinha 20 anos e ela uns 18. No final de semana fui para casa de meu pai sem avisar e eles tinham saído para almoçar com uns amigos…E ela estava sozinha em casa. Do cheguei ela me recebeu bem a vontade como se fossemos irmãos. De calcinha é uma camiseta de malha que mostrava…

Ler mais

COLEGUINHA DO COLEGIO…

Conheci essa garota na escola, e ela era bem cotada pelos meninos…eu como não queria nada me aproximei dela e chamei ela para tomar um sorvete na praça, até aí blz. Eu estava a fim mesmo era de dar uns beijinhos nela, ela era bem gostosinha e carinha de safada. Ela então me chamou para ir à casa dela, chegando lá a safadinha me apresentou para sua mãe, e disse que eu era seu namoradinho…fiquei todo sem graça e com vergonha, afinal agente nem se conhecia direito. Fomos para a sala e ficamos ali conversando até que veio uma mão…

Ler mais

ANGELINA…

Na manhã do dia seguinte, Almir teve que se esforçar para acordar e recobrar discernimento do que o cercava; zonzo e sentindo-se extenuado o aposentado entreabriu os olhos olhando ao seu redor a fim de identificar o ambiente; não foi difícil perceber onde se encontrava: no quarto e na cama de Angelina, assim como não tardou em relembrar os tórridos acontecimentos da noite anterior; percebeu também sua nudez e explorando ao redor viu-se sozinho na cama; a custa de muito esforço, levantou-se, pôs a cueca e saiu cambaleante a procura da jovem. Encontrou-a na cozinha sentada em uma cadeira com…

Ler mais

ANGELINA…

Pois é a vida é mesmo uma caixinha de surpresas; quando o aposentado achou que tinha encontrado uma fêmea para o resto da vida, não é que a polaca se engraçou com o portuga do boteco e logo trataram de juntar seus panos de bunda. É claro que o portuga muquirana viu-se obrigado a abrir as burras para uma reforma no boteco já que a polaca trazia consigo sua clientela cativa e também porque seus salgadinhos fizeram um sucesso tão arrasador que as vezes formava fila na frente do estabelecimento. E não foi apenas isso porque o portuga ainda foi…

Ler mais

NADIA…

Na tarde do dia seguinte, Almir foi surpreendido pela visita de Nádia que trazia nas mãos uma pequena bandeja de prata coberta por uma toalhinha feita de crochê. “Boa tarde, meu professor querido! Aceitas uma prenda da tua aluninha dedicada?”, perguntou ela em tom esfuziante e cheia de sorrisos. Almir ficou maravilhado ao ser chamado de “professor” e sem perda de tempo abriu a porta convidando Nádia a entrar. -Aceito a prenda, desde que tu aceites um café que acabei de passar! – respondeu ele já inquirindo a interlocutora, que acenou com a cabeça agradecendo o convite. Sentados em torno…

Ler mais

VANIA E NADIA….

Tudo andava às mil maravilhas na vida de Almir; além de uma vitória judicial com relação aos seus vencimentos, desfrutava de duas mulheres fantásticas; Vania, a filha estava sempre pronta a presenteá-lo com a mamada habitual, assim como Elza, sua mãe dispensara a maioria de seus “fregueses extras”, apenas para deliciar-se na rola do aposentado; todo fim de tarde ele esperava até ela fechar a loja e depois rumavam para aquele hotelzinho fuleiro onde trepavam até não aguentarem mais, sem bem que o vigor de ambos era algo realmente notável, senão incrível! Almir não tinha do que reclamar, mas um…

Ler mais

ELZA e VANIA…

Tudo ia bem na vida de Almir; todos os seus imóveis estavam alugados para inquilinos bons pagadores exceto aquele que vagara com a partida de Ester; sim, infelizmente a pensionista cheia de amor para dar decidiu ir para o interior morar com uma velha amiga também pensionista como ela, ou seja, solteirona e ao que parece chegada em uma “briga de aranhas”! Mesmo surpreso com a partida de Ester, que ele fez questão de levar até a rodoviária em seu carro, seu interesse era em conseguir uma nova ocupante para o imóvel. Foi então que se apresentou uma mulher de…

Ler mais

Ester…

Almir era um sujeito sortudo; único filho de um casal para quem a vida resumia-se em “ter um gato para puxar pelo rabo”, foi orientado desde a tenra infância que vintém poupado é vintém ganho; assim sendo após concluir o secundário, tratou de prestar um concurso público onde foi aprovado com louvar para o cargo de escriturário. Na esteira desse planejamento de vida sempre foi um homem preocupado com seu futuro poupando tudo que podia; não era afeto a muitas diversões achando que era perda de tempo e de dinheiro, e gastava apenas o necessário para não parecer um usurário,…

Ler mais